Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

Primeira viagem internacional: como planejar-se

Tirar passaporte, buscar passagens, planejar o roteiro: a primeira viagem internacional é inesquecível! Desde os primeiros passos até o friozinho na barriga quando o avião decola, essa é uma experiência marcante para quem ama viajar.

Para garantir uma viagem com tranquilidade e sem problemas, é necessário se preparar. Separamos dicas valiosas para turistas internacionais de primeira viagem; confira!

Como escolher o destino para a primeira viagem internacional

O primeiro passo do planejamento para a sua viagem é escolher o destino. A escolha dependerá de quem te acompanhará: você viajará sozinho, em família, com amigos ou em casal?

Outro ponto que influencia fortemente a escolha é o seu orçamento. Calcule o quanto você está disposto a pagar pela viagem, lembrando-se de colocar no orçamento um dinheiro extra para possíveis imprevistos.

Agora, escolha também o estilo de viagem que você deseja. Mochilão, ecoturismo, viagem cultural, aventura, compras e para relaxar são algumas das opções mais populares.

Com todos esses fatores bem definidos, será mais fácil escolher para onde viajar. Usar serviços como o TripAdvisor ajuda bastante nessa etapa, pois você pode ver o que outros turistas acharam do destino que você está interessado.

Condições para emissão de passaporte

Com o destino escolhido, é hora de tirar os documentos necessários. Com exceção dos países Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Bolívia, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela – em que é possível entrar só com o RG – você precisará de passaporte para entrar em qualquer outro país do exterior.

Primeira viagem internacional documentos

Tirar o passaporte é mais fácil do que parece. A primeira coisa a se fazer é verificar se você possui os documentos necessários e preenche os quesitos necessários para a emissão do passaporte. São as condições obrigatórias:

  • Ter nacionalidade brasileira
  • Ser registrado como eleitor (pessoas entre 18 e 70 anos)
  • Estar quite com o serviço militar obrigatório (homens)
  • Não ser procurado ou impedido pela Justiça de retirar passaporte ou sair do país
  • Ter votado, justificado ou pago a multa referente às últimas eleições

Documentos necessários para emitir passaporte

Para emitir o passaporte, requerentes com mais de 12 anos precisam apresentar um documento de identidade. São aceitos passaportes vencidos, cédulas de identidade civis e militares, carteira nacional de habilitação (acompanhada de documento que comprove local de nascimento) e carteira de trabalho. É necessário também apresentar o CPF, que pode estar presente em algum dos documentos aceitos.

Fique atento: o documento pode ser negado caso o nome registrado não seja o seu atual, se o tempo de expedição ou a conservação não permitam a identificação, caso tenha abreviações no nome que não sejam explicadas em outros documentos ou outras questões relacionadas à segurança. Se você mudou de nome depois de casar, leve a certidão de casamento.

Se você possui os documentos necessários e cumpre os requisitos, é hora de preencher o formulário de nova solicitação de passaporte. Feito isso, será gerada a Guia de Recolhimento da União (GRU), uma espécie de boleto do governo federal.

Pague a taxa – com cuidado para não agendar o pagamento ao invés de realizá-lo – e, quando compensado, será possível agendar o atendimento presencial. Para realizar o agendamento, é necessário informar seu CPF, o protocolo do pedido e sua data de nascimento.

Compareça ao posto da Polícia Federal selecionado com os documentos anteriormente citados. Com exceção de crianças menores de 3 anos, não é necessário levar foto; ela será tirada na hora. O atendimento é rápido e simples, durando apenas poucos minutos.

Depois do atendimento, é só esperar ficar pronto. Você poderá acompanhar o andamento do pedido online e deverá se dirigir até o posto para pegar o passaporte em mãos.

Compra de passagens

Antes das dicas sobre compra de passagens, é necessário um alerta: nunca adquira passagens antes da emissão do passaporte. Afinal, caso ocorra algum imprevisto, você sairá no prejuízo.

As passagens aéreas, tanto nacionais quanto internacionais, podem sofrer grande oscilação de preço. Por isso, vale a pena usar algum serviço que te alerte caso apareça alguma boa promoção. O site Skyscanner e o aplicativo Hopper são ótimas opções.

Uma dica que vai te ajudar a achar melhores preços é ser flexível quanto às datas. Por exemplo: ao invés de escolher um período curto, como 02 a 11 de fevereiro, procure por passagens no mês inteiro.

Evite procurar os preços diretamente nos sites das companhias aéreas. Ao invés disso, utilize buscadores como o Google Voos. Com eles, você pode comparar voos em diversas companhias e sites ao mesmo tempo.

Primeira viagem internacional google flights

Na hora da reserva, você deverá selecionar a poltrona e refeição desejada. Preste a atenção para não escolher uma opção que não irá lhe agradar!

Escolha de estadia

Com a passagem em mãos, é hora de escolher a sua estadia. Essa decisão deve levar em conta o número de pessoas e o perfil de cada um, assim como qual é o orçamento para esse ponto.

A opção mais comum é se hospedar em um hotel. Esses estabelecimentos são bem diversos, com condições e acomodações que variam do mais simples até o luxo. Procure por um lugar estratégico, perto de atrações que deseja visitar.

Uma alternativa mais barata são os hostels. As opções de acomodação mais baratas nesses estabelecimentos são em dormitórios coletivos. É uma ótima ideia para quem pretende apenas utilizar o local para dormir, mas não é recomendado para quem deseja mais privacidade ou vai viajar em grupos. Fique de olho nas restrições: alguns hostels não aceitam a hospedagem de crianças.

Primeira viagem internacional hostel

O aluguel de casas, apartamentos e quartos está ganhando cada vez mais popularidade. Plataformas como o Airbnb agregam opções e fazem a intermediação do pagamento, tornando o procedimento mais seguro.

Independentemente da forma de hospedagem, verifique todas as regras e avaliações de outros hóspedes. Às vezes, o barato sai caro e a propaganda é enganosa.

Dentro do avião

A primeira viagem internacional pode pegar de surpresa quem não se prepara para um longo trajeto.

Alguns aviões possuem televisão e WiFi, o que ajuda a passar o tempo. Mesmo assim, não esqueça de levar alguns itens que te agradam, como revistas, livros, videogame portátil ou até notebook. Porém, fique de olho no peso da bagagem, tanto aquela de mão quanto a despachada!

Chegada no destino

Ao aterrissar em seu destino, sua prioridade será chegar ao local de hospedagem. Se você não contratou serviço de transfer, é recomendado pegar um táxi ou semelhantes – evite pegar transporte público assim que chegar. O serviço de transfer é geralmente contratado junto da hospedagem.

Confira se o seu hotel oferece esse serviço! É possível também contratá-los em aeroportos e agências de viagens, e é importante notar que seu preço e condições costumam ser melhores do que outras formas de transporte.

No hotel, pegue dicas de lugares para se alimentar e recupere suas energias. Assim que estiver carregado, curta e muito sua viagem!

Internet em viagem internacional

O uso de Internet durante viagens internacionais deixou de ser apenas um bônus – hoje em dia, é essencial para comunicação, uso de GPS, encontrar novos destinos e muito mais. Por isso, é importante contratar um bom plano de Internet para evitar depender apenas de WiFi, visto que imprevistos podem acontecer.

Pensando nisso, foi desenvolvido o Flexiroam X, microchip internacional para as suas viagens que te deixa conectado em mais de 140 países. Clique no banner para saber mais!

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes
Esse conteúdo foi útil?
0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *